Sobre o colapso urbano

Antes de mais nada gostaria de dizer que este post está escrito há um bom tempo, só não tinha percebido que ele ainda não havia sido publicado. Perdão pelo atraso.

É fato, estamos em meio a um colapso urbano. E não é de hoje, todo este problema com água, energia elétrica, poluição, trânsito e distribuição de renda começou há décadas.

Neste momento, a saída mais simples é culpar o governo. Eles não fizeram nada para resolver, como a cidade de Jundiaí vem fazendo há muito tempo. Mas esta também é a saída mais infantil. Acreditar que nós não podemos fazer nada para mudar esta situação é, no mínimo, estranho.

Continuar lendo

Motivação, agilidade e mudanças

O mundo mudou. Disso não tenho dúvida.

Quando eu comecei a trabalhar, o simples fato de ter que pagar as minhas contas me motivava a dar o melhor no meu trabalho, qual fosse a tarefa a ser realizada. Este tipo de pensamento dominou boa parte do mundo por décadas: funcionários eram submissos e aceitavam as demandas dos chefes, que não hesitavam em utilizar o chicote para aumentar o ritmo de trabalho.

Continuar lendo

As urgências do mundo atual

Você já parou para refletir sobre como o mundo de hoje nos bombardeia com informações? É provável até mesmo que, neste simples parágrafo, alguma notificação já tenha aparecido em algum de seus devices.

WhatsApp, Facebook, e-mail, SMS, ligações, Twitter, Instagram, Pinterest, entre outros, que a todo momento fazem nossos celulares, tablets, vestíveis e computadores apitarem, tremerem e piscarem. Sem contar a música ligada, a rádio tocando notícias, o podcast que você está ouvindo, a televisão, etc. Continuar lendo